Parece absurdo falar para alguém se reinventar e criar quando estamos presenciando uma crise mundial da economia, desde a confirmação da pandemia do novo Corona Vírus.

Mas, calma! isso não é um contrassenso. E para você entender melhor, basta relembrar algumas crises enfrentadas por nossa sociedade apenas nos últimos cem anos:

  • 1929-32 – Wall Street – houve várias crises em Wall Street, mas a maior relatada foi nesse período e a bolsa teve uma queda de 89%. Fortunas desapareceram da noite para o dia.
  • 2.000-2.002 – NASDAQ – essa é bem recente, e você deve se lembrar, as empresas “.com” surgiram e desapareceram como um sopro, a queda na bolsa foi de 82%.
  • 1990-2003 – Japão – o mercado de ações japonês sofreu uma queda prolongada, o índice de queda chegou a 79%.
  • 2001 – O atentado as Torres Gêmeas causou pânico mundial e provocou queda de mais de 6% nas bolsas.
  • 2.009-2.010 – Crise da dívida europeia.

No entanto, essa crise causada pelo COVID19 não tem precedentes. Ou seja, nenhuma outra crise de proporção mundial foi causada por um vírus biológico. Já registramos até o momento uma queda média de 15% nas bolsas de valores em todo o mundo desde o anúncio da pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Crise e seus impactos

Nossa rotina está de cabeça para baixo e até a programação de grandes emissoras da TV foram alteradas.

Com a ordem de quarentena para os infectados e a solicitação para o resto da população evitar lugares públicos, contato físico e aglomerações, a saúde financeira dos pequenos empreendedores está ameaçada.

Já sabemos da seriedade desse vírus, a rapidez com que ele se propaga e todos os cuidados que precisamos ter. Mas o que podemos fazer para amenizar todo esse caos? Como continuar produzindo sem colocar em risco a nossa família, os nossos clientes, funcionários e a nós mesmos?

Criando! Sim, criando soluções e opções para não parar. E para que isso aconteça, precisamos entender muito bem do nosso negócio, reconhecer a capacidade que temos para atender e o que nossos clientes estão precisando e querendo no cenário atual.

Nessa situação, a tecnologia passa ser o principal alicerce. E o fato é que, se a sua empresa não está online – e não falo apenas de publicidade –  vai ser difícil manter um ritmo bom de produção.

crise e tecnologias

Crise e as novas tecnologias

As novas tecnologias se mostram ainda mais importante nesses momentos de crise. Ter a possibilidade de gerencias estoques, equipes e atendimento de forma totalmente online é altamente valioso.

Mas o primeiro passo fazer desse limão uma limonada é: mantenha a calma. Pergunte-se: “o que meu cliente mais precisa hoje e o que eu preciso fazer para conseguir atende-lo?”.

Em seguida avalie quais ferramentas se fazem necessárias para realizar essas ações. Por incrível que pareça, muitas delas você encontra de forma gratuita.

O próprio Google oferece de forma gratuita suas ferramentas para que para funcionários, educadores e alunos possam continuar sendo produtivos enquanto então em casa. Algumas delas você já conhece, como o Gmail, Calendário, Drive. Outras, talvez precise pesquisar, como a Classroom, Hangouts Meet e Hangouts Chat, além do G Suite for Education.

Quer mais? Veja outros exemplos de ferramentas:

  • Trello – é um sistema de quadros, para gerenciamento de tarefas virtual que usa o método “kaban”. Ideal para gerenciar projetos com ou sem equipe. E com vários recursos gratuitos.
  • Ifood – uns dos aplicativos de delivery mais famosos. Ideal para seu restaurante que não possui um sistema próprio de entregas, quer ganhar visibilidade e não parar totalmente as atividades. Embora tenha algumas taxas, é uma excelente opção.
  • DocuSign – é uma maneira simples e segura de assinar eletronicamente documentos e coletar assinaturas de outras pessoas.  Ele tem uma opção gratuita limitada e outra paga. É um app muito confiável e ideal para negócios que dependem de assinaturas legais.

Como se divulgar em tempos de crise

Em primeiro lugar, pergunte-se: “qual a imagem que quero passa para meus clientes?”.

Então escolha a melhor maneira para divulgar para o público interno e externo. Para que tudo isso dê certo, um ponto sensível e primordial é a sua linguagem.

Use as palavras com equilíbrio e razão, com a segurança da informação que você está recebendo e passando. Seja claro na maneira como você vai propagar suas ações, mostrando seu compromisso com a verdade e com o bem estar geral das pessoas.

Para encontrar oportunidades olhe para frente

Você conhece a metáfora do arado? Em resumo ela quer dizer que: Quando se está com a cabeça olhando para a terra, não se olha para as oportunidades em volta. Então, olhe a sua volta.

Trace planos de acordo com as definições e necessidades de cada área da sua empresa. Use a sua rede de apoio, faça parcerias para execução dos seus novos planos. Reinvente a sua maneira de servir e vender.

Você não está sozinho. Talvez apenas desconectado. Então venha com a gente na próxima quinta feira, 19 de março às 19h nos instas @pugliesedigitalmkt e @marketingparaespecialistas.

Nós iremos conversar sobre como é possível se reinventar mesmo durante a crise. E lançaremos um desafio para todos os empreendedores que querem olhar para além da crise e criar sua própria história.

Siga nossos perfis e fique atento!

Pin It on Pinterest

Share This
WhatsApp Converse pelo Whatsapp