Mostrar Aviso

Como aparecer no Google”, “como aparecer no Google gratuitamente” e “como aparecer na primeira página do Google” são perguntas muito digitadas na caixa de buscas do Google. E a verdade é que conseguir aparecer gratuitamente no Google pode ser mais simples do que parece.

Se você chegou aqui, então provavelmente quer muito aparecer na primeira página e quem sabe até mesmo estar entre os primeiros links da pesquisa orgânica do Google.

Mas o que talvez não saiba é que esse resultado raramente ocorre por acaso. Na verdade, ele exige muito planejamento. Principalmente de planejamento de negócio.

Afinal, para quem não sabe o que quer, qualquer resultado atende. Porém, nessa questão de aparecer no Google, estar nos primeiros links de uma pesquisa sobre “como consertar um coração partido” para uma oficina mecânica pode não ser um bom negócio.

Mas afina: o que eu preciso fazer para aparecer no Google?

Em duas palavras: estratégia e técnica. Para que seu site seja colocado entre os primeiros pelo Google, saber o que se quer e quais ferramentas usar é a base de tudo.

Essas técnicas são várias e envolvem desde entender a jornada do cliente até observar a quantidade de palavras no artigo. E é isso que você vai começar a descobrir neste artigo.

O ORÁCULO GOOGLE

Hoje em dia quando ouvimos a respeito de qualquer assunto que desconhecemos o que fazemos? Olhamos no Google, sem dúvida.

Não é sem motivo que em inglês já até virou um verbo google it, assim como no português, quando dizemos “dá um google”.

Mas por que isso acontece? Qual a razão de utilizarmos tanto uma ferramenta de busca?

Bem, a resposta é MUITO simples. Praticidade. Já não estamos mais nos tempos em que tínhamos que caçar as informações em livros, não, estamos na era da tecnologia, onde praticidade e velocidade vem em primeiro lugar.

No marketing digital dizemos que tudo (na medida do possível) deve estar a três cliques de distância. No Google está sempre a duas.

Segundo a Internet Live Stats 93% das experiências online começam através de uma ferramenta de busca, e ainda que, por mês, são feitas mais de um trilhão de buscas no Google

Mas a dúvida permanece: como aparecer no Google?

Se você chegou aqui muito provavelmente foi através de uma pesquisa por buscadores, e provavelmente foi através do Google.

Foi justamente pensando nisso que tivemos a ideia de escrever este artigo. Porque se o seu cliente te procura através do Google, você precisa trabalhar para estar lá.

Pode parecer impressionante, mas 75% das pessoas não vão além da primeira página desta ferramenta de busca (ou seja, de quatro pessoas, só uma vai além da primeira página), de acordo com o Search Engine Journal.

Pode ser por preguiça ou qualquer outro motivo, mas, na verdade, é praticidade e velocidade. Logo na primeira página encontramos o que queremos, e na grande maioria das vezes, nos primeiros links.

Justamente por serem os primeiros links eles costumam ser aqueles que possuem as informações que precisamos, são os sites mais completos e, portanto, não se faz necessária a continuação da pesquisa.

CURIOSIDADE: a maioria dos conteúdos que se encontra na primeira página do Google possui 1.800 palavras ou mais. Ou seja, se você escrever só um pouco, pode não ajudar em nada.

Mas também não quer dizer que você precisa escrever muito, além disso, senão, fica chato e ineficiente.

O TERRENO – SITE OTIMIZADO 

como aparecer no google

O processo de aparecer no Google é chamado de indexação e para que o seu site seja indexado da maneira devida no Google existem critérios utilizados. Alguns exemplos são: autoridade no assunto, palavras-chave utilizadas, quantidade de palavras e conteúdo contidos, navegabilidade, entre outras.

Para começar podemos dizer que ter um hiperlink (nada mais é do que um link) apontando para o seu site irá ajudar de forma considerável, pois a partir do momento que você faz isso o link estará sendo indexado pelo Google.

Não que isso irá te jogar na primeira página, mas você já deve começar a aparecer na terceira ou quinta página só de ter um hiperlink ativo.

Caso uma página na internet tenha a sua página como referência, ou seja, citar você como fonte, isso já cria um hiperlink e isso é muito bom, pois também gera autoridade.

Se você tem dúvida de que a sua página irá aparecer no Google ou não, é bem fácil de testar. Basta que você procure por ela na caixa de busca.

Uma ferramenta que pode lhe auxiliar a começar esse processo de visibilidade no Google é o Google Search Console.

AS SEMENTES – PRODUÇÃO DE CONTEÚDO

Mas afinal de contas o que é esse famoso “SEO”? A sigla significa “Search Engine Optimization”, que quando traduzimos fica “Otimização de Mecanismo de Busca”.

O SEO se trata de uma série de técnicas que são utilizadas para haver esta otimização na hora da pesquisa. Essas técnicas ajudam a  aperfeiçoar o seu texto, fazendo ele ser mais qualificado.

A questão aqui é que o Google, através de seus robozinhos, percebe diferenciam aqueles que utilizam e daqueles que não utilizam essas técnicas. E acabam dando preferência para os sites que estiverem mais aderentes.

Mas afinal de contas, quais são as famosas técnicas de SEO?

como aparecer no google

PALAVRAS-CHAVE

Quando fazemos uma busca, como fazemos? Utilizamos palavras específicas para a pesquisa. 

Eu não sei vocês, mas quando precisamos de alguma coisa, escrevemos sem muita enrolação e logo aparece o que estávamos procurando.

Creio que está dentre todas seja uma das principais técnicas. Afinal de contas, isso é o que de fato a pessoa irá utilizar nas buscas.

Portanto, é fundamental que ao longo do seu conteúdo você utilize vezes essas palavras-chave.

Ao utilizar as palavras-chave, o Google entende que você traz aquele assunto que a pessoa está procurando.

Além disso, algo que pode lhe ajudar bastante é procurar outras palavras-chave que podem ser utilizadas para se referir ao assunto que você está falando. 

Vamos ser francos, não tem como competir diretamente com quem já utiliza as palavras-chave há muito mais tempo que você.

Uma estratégia amplamente utilizada e que traz bons resultados é a da cauda-longa.

Sabe quando você quer pesquisar algo um pouco mais específico? No lugar de colocar duas ou três palavras, você chega a escrever uma frase. Isso é cauda-longa, uma “palavra-chave” que seja maior.

Mas é interessante ressaltar que somente uma cauda-longa não é o suficiente para você ter bons resultados. É importante colocar mais do que uma cauda-longa ao longo do seu texto.

Quer uma prova de que essa estratégia funciona? A Amazon, usando essa estratégia de cauda-longa, conseguiu aumentar em 57% o número de vendas, mediante o Search Engine Guide.

NAVEGABILIDADE

Por acaso você já entrou em um site e logo saiu por não achar a informação que queria? Ou, porque ele parecia ser todo travado e não conseguir navegar?

Pois é, isso é muito desagradável de se ver em um site.

Quando estamos procurando por uma informação ou qualquer coisa do gênero, queremos uma boa experiência no site em que estamos, e para isso devemos levar em consideração: navegabilidade, velocidade de carregamento, responsividade, URL amigável, uso de imagens/vídeos (mídia) e certificado SSL.

A navegabilidade é o melhor lugar para se começar. Esta parte diz respeito a organização da sua página, o quão eficiente ela é, se possui ou não um conteúdo interessante, enfim, tudo dentro do seu site.

RESPONSIVIDADE

Provavelmente você já deve ter ouvido falar de um site que não era responsivo. Quando isso é dito quer dizer que o site não se adapta a diferentes dispositivos, ou seja, ele pode funcionar no computador, mas não no celular.

Esse fator é muito importante, pois hoje em dia a maioria das pessoas utiliza o celular para acessar as páginas da internet.

VELOCIDADE DE CARREGAMENTO E MÍDIAS

Por acaso você já tentou acessar um link e cansou de tanto esperar ele carregar? Então, provavelmente, ele não tinha uma boa velocidade de carregamento.

Quando estamos criando um site podemos escolher com que ordem as informações irão carregar para a pessoa. Para que o site possa carregar mais rápido e de forma eficiente é aconselhável que você deixe configurado para que o texto carregue primeiro e depois as imagens, não tudo de uma vez.

Se for possível, tente não colocar imagens muito grandes, pois quanto maior o tamanho da imagem, mais tempo ela levará para aparecer para o usuário.

Importante. Lembre sempre de usar imagens ou até mesmo vídeos, algo com apelo visual no meio do seu texto. Isso ajuda bastante o leitor a descansar um pouco a vista, principalmente se o texto for longo. 

Se for possível, tente relacionar essa mídia com o que está sendo dito no texto, talvez alguma forma de explicação.

Os vídeos são interessantes para que o espectador tenha outra forma de acessar o conteúdo, ao invés de apenas um texto. Afinal de contas, algumas pessoas entendem melhor alguns assuntos se escutarem o que está sendo dito.

SEGURANÇA

Agora, por último, com certeza uma das questões mais importantes, a segurança. Algumas vezes você pode ter tentando acessar um site pelo google chrome e ele informar que o site não era seguro.

Isso ocorre porque o site não possui um certificado SSL, que é uma espécie de garantia de que o seu site é seguro, de que não irá trazer nenhum tipo de malefício para quem o estiver acessando. Principalmente se for um site de vendas.

REDES SOCIAIS 

Hoje em dia não podemos dizer que estamos presentes na internet se você não estiver presente nas mídias digitais, certo?

Existem diversas redes sociais que, às vezes, chega a ser difícil escolher em qual delas você deve se posicionar. A verdade é que você precisa estar onde o seu público-alvo se encontra.

Então, não adianta nada você querer vender algo simples para um público jovem e estar no Linkedin, o seu público não estará lá!

Para você ser bem-visto pelas pessoas de uma maneira geral, é importante que você esteja sempre presente nas redes sociais, pois é lá que você consegue entender quem é o seu público de verdade. E é lá que você poderá interagir com eles de forma significativa a ponto das pessoas olharem e comentarem “poxa, essa empresa/pessoa é legal”. Saiba mais sobre esse assunto no artigo Vender pelo Instagram? Veja 10 dicas simples!

REDES SOCIAIS E GOOGLE

O interessante aqui não analisarmos as redes sociais de uma forma individual (para isso temos diversos artigos no nosso blog), mas sim como as redes sociais podem ajudar a aparecer no Google.

Elas devem ser uma extensão do que possui em seu blog, elas devem ser um canal para você poder divulgar o seu conteúdo. Até porque hoje em dia as pessoas não acessam os conteúdos diretamente em blogs, elas costumam migrar das redes para os blogs.

Para que você tenha sucesso nisso, é importante que você procure atingir o máximo de pessoas possíveis, incentivar os seus seguidores a compartilhar e engajar em seu conteúdo, tenha os sinais sociais (aqueles símbolos no site que fazem você compartilhar diretamente naquela rede), etc.

Todos esses fatores são vistos com bons olhos pelo Google, todos eles fazem você aparecer no Google, que é o objetivo.

Quando você consegue se sobressair nas redes sociais,  o Google passa também a indexar mais a sua página e gerar mais tráfego, pois você já é procurado dentro das redes.

ATENÇÃO:

Vale lembrar que não basta simplesmente jogar qualquer coisa no seu feed ou timeline e pensar que isso é conteúdo. Não!

O conteúdo precisa ser organizado e planejado. Você precisa de um calendário editorial, uma persona, antecipar o que será produzido, pensar em datas importantes, ter uma boa estratégia, enfim, bastante coisa mesmo 

O ADUBO – GOOGLE ADS E GOOGLE MEU NEGÓCIO

Os canais ideais para aparecer mais rápido nas buscas

como aparecer no google

Para se construir uma casa precisamos das ferramentas adequadas, não é mesmo? E além das ferramentas certas também precisamos do profissional adequado.

Por aqui não é diferente. Existem diversas ferramentas que podem ser utilizadas para auxiliar no SEO, porém a maioria delas são muito técnicas e por isso não iremos falar sobre elas, isso tomaria um certo tempo desnecessário, porque não são fáceis de se utilizar.

Porém, existem coisas que são fáceis de fazer e nós mesmos podemos fazer e neste caso podemos ver ferramentas como o Google Meu Negócio e Google Ads.

O Google Meu Negócio permite que você faça um cadastro da sua empresa e colocar dados simples como o endereço, horário de funcionamento e formas de entrar em contato (e-mail, celular, telefone, site).

O Google Meu Negócio é uma excelente forma para ser visível pelas pessoas que estão próximas ao seu negócio, literalmente, quem mora nas redondezas. Isso ajuda a estreitar laços entre o seu negócio e o cliente. Saiba mais no artigo Google Meu Negócio: use e alavanque suas vendas!

Isso permite que ele possa conhecer um pouco do seu negócio antes mesmo de chegar no lugar, fotos e testemunhos de outras pessoas que já foram até o lugar. 

Agora, no que diz respeito ao Google Ads (ou Google AdWords), embora ele seja uma excelente ferramenta para você se promover, você deve saber utilizar o Google Ads, pois nada adianta você pagar pelo anúncio se não tiver nenhum tipo de estratégia.

Com certeza você já viu no Google aqueles anúncios que vem logo no começo da página, antes mesmo do link que você quer acessar. Eles vêm justamente do Google Ads.

Sempre que falamos a respeito de anúncios na internet isso deve ser muito bem pensado. Não adianta nada se você pagar para realizar anúncios direcionados a sua página se não tiver nada a oferecer para quem estiver visitando.

COMO APARECER NO GOOGLE? Conte com nossa ajuda!

Ufa, finalmente acabou, é muita coisa para assimilar de uma vez só.

Pois é, muita coisa mesmo. Não basta somente ter o conteúdo, você precisa saber como se posicionar com ele, para obter resultados de forma eficiente.

As técnicas de SEO embora pareçam simples de serem utilizadas, você provavelmente vai gastar um tempo considerável para de fato aprender a utilizá-las e colocá-las, na prática, de forma eficiente.

Então não se sinta mal se você não conseguir fazer tudo isso de uma vez só, porque é difícil conseguir conciliar tudo isso com o próprio negócio.

Justamente por conta disso as pessoas costumam contratar agências para realizarem esse tipo de serviço. E os resultados são muito bons, pois o marketing de conteúdo (dentro do Inbound Marketing) custa 62% menos que outros meios de marketing e costuma trazer três vezes mais o número de leads (segundo Neil Patel).Interessante a proposta, não é? Quer saber como aplicá-la ao seu negócio? Então fale com um de nossos especialistas e descubra o que precisa fazer para crescer na internet.