Que o Instagram é a rede social do momento, todo mundo sabe. E como qualquer rede social, seu foco não são os negócios e sim, as pessoas. Então, faço a pergunta: Será possível vender pelo instagram?

Veja, o Instagram é uma rede visual, na qual as pessoas querem ver fotos, imagens, mensagens motivacionais. Ou seja,  os participantes dessa rede, em geral, não estão pensando em comprar produtos ou contratar serviços.

Portanto, se você tem o objetivo de alavancar suas vendas, seu papel na rede é atrair a atenção desses usuários. E isso,necessariamente, precisa ser feito por meio de um convite às pessoas para conhecerem sua proposta de solução de um problema que pode ser feito usando o problema que você resolve como isca, e então levar o potencial cliente para conhecer seu negócio.

Ou seja, seu objetivo nessa rede da internet é despertar a atenção das pessoas para seu negócio, gerando o interesse, criando o desejo e, por fim, chamando o mesmo para ação.

Usando a metáfora do funil, podemos dizer que seu primeiro trabalho é trazer esse potencial cliente para dentro de um funil, seja chamando para um grupo no whatsapp, levando para sua loja virtual ou oferecendo algo em troca das informações de contato dele.  

Mas como fazer isso? Para responder essa questão, é preciso pensar em termos de funil de vendas.

Como funciona o funil de vendas para o Instagram

Imagine que temos as pessoas que estão fora do funil, que não conhecem você ou seu negócio. Primeiramente, ao terem o primeiro contato com o seu negócio, elas entram no topo do funil.

Na sequência, daquele conjunto de potenciais clientes que tiveram o primeiro contato com seu negócio, existem aquelas pessoas que se identificam com sua proposta, e que geralmente se engajam com seu perfil, essas, então, passam para o meio do funil.

Por fim, temos o fundo do funil, onde estão as pessoas que têm interesse real sobre o seu serviço, entram em contato, solicitam proposta e se transformam em cliente. Para saber mais sobre funil, sugiro ler o artigo Você precisa parar de perder clientes hoje mesmo!

Assim, no Instagram, as pessoas que visualizam suas publicações por anúncios ou por assinarem hashtags estão no topo do seu funil. E mesmo aquelas que seguem seu perfil é estão no topo do funil. Por isso é necessário planejar seu conteúdo para transformar visitantes em leads, leads em oportunidades e oportunidades em clientes, como mostra a figura abaixo.

Lembre-se, após vc chamar a atenção das pessoas para conhecerem seu trabalho é importante levar seu potencial cliente para um espaço privado onde possa conversar com ele. Um espaço onde ele possa focar no que você tem para oferecer. Somente o Instagram, ou qualquer outra rede social, não é suficiente para fazer todo o caminho do funil.

Agora, para encerrar, nesse artigo você vai ver 10 dicas para alavancar seu perfil e começar a vender pelo instagram.

10 dicas para vender pelo Instagram

Veja 10 dicas para turbinar seu perfil e começar a vender pelo Instagram:

1) Defina claramente seu público alvo.

Ou melhor, seu avatar. Sim, pois o público alvo é algo muito genérico, que não leva em consideração problemas, dificuldades, frustrações, medos e tudo o que faz desse público único. Já o avatar é a idealização do cliente ideal, o qual você precisa conhecer tão bem tal que seja capaz de chamá-lo pelo nome. Isso é fundamental para ter sucesso, uma vez que os problemas de um avatar são diferentes dos problemas do outro. Então, se você não define bem seu avatar, estará falando para a pessoa errada. Saiba mais nesse artigo Público-alvo: 8 perguntas simples para definir o seu

2) Tenha uma business persona.

Basicamente significa ter uma identidade clara na sua comunicação através das redes sociais. Se você é um profissional liberal, isso é mais simples porque você é o seu negócio. Só precisa tomar cuidado para não confundir seu perfil profissional com um perfil pessoal.

Já  quando se trata de uma empresa, criar essa “pessoa” significa ter clareza de quem ela e manter a comunicação uniforme ao mesmo tempo que se gera diferenciação no mercado. Por exemplo, uma das personas de marcas que mais gosto é da Netflix. Ela tem personalidade própria e mantém essa personalidade em todos os canais de comunicação. Essa é a importância em se definir sua business persona.

3) Transforme sua conta para comercial (ou business).

Isso é bem simples de fazer. Se for criar um perfil, pode optar pela conta comercial logo ao criá-lo. Se já tem um perfil, precisa acessar o seu perfil pelo celular ou tablet, clicar em configurações e buscar a opção para transformar a conta em comercial. Depois disso basta vincular uma página do Facebook (isso é obrigatório) e já está pronto. Se você quer começar a fazer anúncios para vender pelo Instagram, esse é o caminho.

4) Capriche na descrição do seu perfil.

Quando você chama a atenção de alguém, é natural que a pessoa vá até seu perfil e leia a descrição. E isso a fará decidir por seguir ou não seu perfil. Por isso, capriche na biografia, deixando bem claro como você pode ajudá-la e qual o benefício que ela terá ao seguir seu perfil. Inclua também emoticons e hashtags (muito importante!). Isso vai te ajudar a ter seu perfil encontrado por quem interessa.

5) Use um link que vale por 3 (ou mais).

Como? Usando o Linktree. Trata-se de um serviço que visa potencializar seu único link, transformando-o em quantos você quiser. Basta acessar usando seu perfil do Instagram e criar sua página incluindo redirecionamentos para iscas gratuitas, contato do Whatsapp, grupos no Facebook, página de serviços e outros. O truque é não exagerar nos links e permitir que o potencial cliente te conheça melhor.

6) Crie conteúdos relevantes para seu público.

E o primeiro passo para saber isso é analisar perfis concorrentes. Nesse caso não falo de perfis de empresas que são suas concorrentes, mas sim de perfil que estejam fazendo sucesso com o público que deseja alcançar. Observe a descrição do perfil, o que eles publicam, com qual frequência e como usam hashtags. E então selecione alguns tipos de conteúdo para trabalhar. Abaixo dou algumas sugestões:

  • Citações suas ou de pessoas relevantes. Preferencialmente, use uma foto sua na imagem.
  • Dicas relevantes para o público. Ao conhecer seu avatar, reconheça seus problemas para poder dar algumas dicas simples que ajudem a minimizar (não resolver) o problema.
  • Resultados dos serviços como imagens de antes e depois, cases e depoimentos.
  • Bastidores do seu dia a dia. Ou seja, fotos que mostram como as coisas funcionam no seu negócio.
  • Perguntas, enquetes, concursos de engajamento. Ou seja, tudo o que pede uma resposta e incentiva a interação.

7) Escolha as melhores hashtags.

Ao analisar seus concorrentes, você descobre muitas hashtags que podem ser usadas. Mas é preciso estar atento sobre quais são as melhores hashtags para o seu negócio. Afinal, seu concorrente pode tê-las escolhido sem um critério específico. Para avaliar melhor esses termos recomendo usar as seguintes ferramentas:

  • HashTagBrasil. Tanto na versão app (android) quanto no site você encontra as top hashtags mais usadas pelo mundo. Ótimo para saber por onde começar.
  • Hashtags em Português. Excelente ferramenta para saber qual hashtags usar. Ela te mostra o que usar por categoria, trazendo uma seleção de 21 hashtags em português e 4 em inglês, essencial para ter visualização fora do Brasil.
  • Top-Hashtags. Excelente site para encontrar hashtags relacionadas a um termo e ver a quantidade de publicações que cada uma tem.

8) Use o Stories, Lives e o IGTV.

Basicamente hoje temos 3 canais de interação diferentes no Instagram: o feed, o stories, Lives e o IGTV. E cada tem uma função. Por isso, ao planejar como vai trabalhar seu perfil do instagram, também precisa definir como vai trabalhar cada um dos canais disponíveis. Veja algumas sugestões:

  • Stories. Como esse canal fica disponível por apenas 24 horas e só permite vídeos de até 15 segundos, ele é ideal para avisos em geral como divulgação de novos conteúdos no sites, novos produtos, bastidores de eventos e reforço de publicações importantes. Você pode fazer vários stories durante o dia, mas é importante não exagerar na dose (10 a 15 está ótimo).
  • Lives. Nesse canal você poder falar por mais tempo, embora o vídeo fique também disponível por apenas 24 horas. É ideal para interagir com os seguidores e responder a perguntas específicas sem se alongar muito.
  • IGTV. Já neste canal você pode compartilhar conteúdos em vídeo mais completos, da mesma forma que no Youtube ou no Facebook. Use para falar dos problemas do seu público e como eles podem resolvê-los com a sua ajuda.

9) Tenha um calendário editorial.

Após definir seu avatar, sua persona, estudar a concorrência, definir as hashtags, definir o que vai publicar e em qual canal, é hora de organizar tudo isso e definir seu calendário editorial. Basicamente é definir o quê, quando e quem vai publicar no perfil durante o mês.

Fazer isso é importante para garantir uma boa presença nas redes sociais. E uma boa presença é o que gera relacionamento, confiança e negócios. Saiba mais nesse artigo Como fazer a gestão e produção de conteúdo do seu site.

10) Use uma ferramenta de automação.

Com tudo o que apresentei você pode estar pensando como colocar isso em prática apenas com o Instagram no seu celular. Mas você não precisa se limitar ao celular. Existem algumas ótimas ferramentas que permitem postar não só em várias redes sociais ao mesmo tempo, como também postar no Instagram pelo computador.

Já testei várias delas e recomendo Buffer como ferramenta gratuita e o Mlabs como ferramenta paga. Para saber mais sobre elas leia o artigo Como postar em várias redes sociais ao mesmo tempo.

Vou conseguir vender pelo Instagram com essas dicas?

Nesse artigo você aprendeu que precisa olhar para o Instagram usando uma estratégia de funil. E que as vendas acontecem através dessa rede, e não dentro dele. Por isso é essencial investir na sua presença online dentro e fora das redes sociais.

Veja, as pessoas só compram de quem confiam. E só confiam em quem se relaciona com elas ou com quem é autoridade no que faz.

Assim, para vender pelo Instagram, ou por outra rede social, é essencial ter sua presença online fora dela. Ou seja, ter um site, mais uma ou duas redes sociais, e criar conteúdos realmente relevantes para seu público.

No entanto, esses resultados não aparecem do dia para a noite. É preciso constância e disposição neste trabalho. Mas se você não  pode esperar o retorno aparecer de forma orgânica, então existe a possibilidade de acelerar os resultados com o uso de campanhas de vendas e anúncios. Saiba mais no artigo Como vender serviços todos os dias através da internet.

Gostou do artigo? Então te convido a compartilhar com seus amigos que também precisam dessas dicas para fazer seus perfis e negócios crescerem.

1
×
Olá, aqui é a Elaine! Como posso te ajudar?

Clique no ícone abaixo para conversar comigo pelo WhatsApp.

You have Successfully Subscribed!

Share This