Qual o segredo dos conteúdos que contagiam e convertem? A resposta é: posicionamento de marca. Ou seja, comunicar com clareza o diferencial, o propósito, a missão do negócio ou do profissional. Então descubra, neste artigo, sua importância e como começar a construir o seu.

Embora hoje os pequenos negócios tenham acesso a canais de divulgação infinitamente mais baratos do que a televisão, rádio ou jornal, muitos ainda não entendem o valor desta oportunidade para seus negócios. E olham os diversos conteúdos do seu negócio como algo secundário, que eles fazem porque todo mundo tem.

E quanto falo de conteúdo, falo de todo conteúdo mesmo. Do conteúdo do seu site, redes sociais, até sua proposta de serviços. E a verdade é que o conteúdo de uma empresa é mais do que apenas palavras: ele é a extensão da marca.

Muitos ainda acham que marca é só aquela logo que se coloca nos documentos, no site, nas redes sociais. Mas marca é muito mais do que isso.

Ela é uma sensação, uma ideia que o seu cliente cria sobre o seu negócio. E assim como sua logo e seu padrão de cores e letras criam uma identidade visual para sua empresa, o que você escreve e fala cria um posicionamento de marca na mente do seu cliente.

E é esse posicionamento que o ajuda a entender o que você faz e se aquilo é para ele. Ou não!

Ou seja, criar esse posicionamento de marca através do conteúdo que você divulga é o que separa empresas “mais do mesmo” daquelas que são desejadas por seus clientes. E a verdade é que isso nunca foi tão importante quanto hoje.

Leia também O Que É O Marketing Para Especialistas

Posicionamento de marca: o melhor caminho para um conteúdo que converte

Você concorda comigo que está cada ver mais desafiador chamar a atenção do seu potencial cliente no online? De fazer com que ele pare e preste atenção em você.

A oferta estímulos que disputam a atenção do seu cliente é quase infindável. Netflix, Spotify, YouTube, lives, stories, memes, games, apps e mais.

E da mesma forma que temos uma oportunidade única para impactar diretamente nosso público alvo, que está cada vez mais online, precisamos de estratégia para não parar na atenção e fazê-lo passar por todas as fases do funil de vendas para, enfim, se tornar um cliente.

Eu não seu qual é sua situação atual. Se está começando do zero, se já tem alguma presença online e poucos resultados ou se já alguns resultados, mas sente que poderia ter mais.

Mas de uma coisa eu sei: atenção não paga conta. É a conversão que você precisa buscar.

Isso torna tão importante reconhecer e comunicar seu posicionamento de marca através do conteúdo.

Seu negócio é único e seu conteúdo também precisa ser

Neil Patel no artigo Posicionamento De Marca: O Que É e 15 Exemplos Para Se Inspirar diz “De fato, há uma verdadeira guerra lá fora pela atenção das pessoas. E a vitória depende de um posicionamento certeiro.”

Assim, não adianta fazer tudo o que todo mundo faz, querendo chamar a atenção do seu público para você. Antes de começar é essencial ter um posicionamento de marca claro e uma estratégia para transformar atenção em vendas.

É por isso que conteúdo com estratégia vai muito além de postar todos os dias. É, antes de tudo, ter objetivos claros é trabalhar, de forma consistente, para transformar atenção em resultados mesmo com poucos visitantes, seguidores, fãs.

Pois, uma vez que você age para atrair o seu público, o seu potencial cliente, qualidade supera a quantidade.

Qualidade supera a quantidade em muitas vezes

Mas para ter qualidade é essencial reconhecer seu posicionamento de marca e comunica-lo através de todos os seus canais, digitais ou não.

E para ajudar você a começar a reconhece-lo, seguem quatro passos recomendados:

  1. O que seus concorrentes dizem sobre si mesmos? E sobre a solução que eles oferecem? Pesquise um bom número deles. Olhe site, redes sociais, conteúdo e aparições na mídia. Faça suas anotações em duas colunas sendo a primeira “o que eu diria, seria ou faria” e a segunda “o que eu não diria, seria ou faria”. Isso cria referências importantes para você.
  2. O que seus clientes dizem sobre você? E sobre a sua solução? Entreviste os mais próximos, ou peça para alguém de confiança fazer isso, buscando entender porque escolheram você, porque o indicaram para outras pessoas e qual o diferencial que eles acreditam que você tem.
  3. O que você diz sobre você? E sobre a sua solução? O que te fez trabalhar com isso? Você tem alguma missão pessoal associada a isso?
  4. Agora pegue todo esse material e crie um mapa mental com o que você diria, seria ou faria, as razões que fizeram seu cliente comprar de você e o diferencial que acredita que tem. Ou a razão que te inspira a trabalhar com o que trabalha.

Com certeza terá muitas ideias de como pode criar seu posicionamento de marca. Porém, não tenha pressa. É uma construção e, como tal, precisa de tempo. E é muito provável que sentirá a necessidade de contar com ajuda profissional no processo. Se for o caso, não hesite em pedir, ok?

Então aproveite agora para compartilhar esse artigo com alguém que você sabe que precisa saber deste assunto. Com certeza o estará ajudando a conseguir mais e melhores resultados.

Pin It on Pinterest

Share This
WhatsApp Converse pelo Whatsapp